Sistema conta com livros didáticos com treinamento para professores, além do fornecimento de materiais para pais e alunos.

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) junto do Conselho Municipal de Educação de Alto Araguaia (MT), realizaram uma pesquisa de satisfação do Sistema Educacional Família e Escola (SEFE). O programa foi implantado na rede municipal de ensino da zona rural e urbana neste ano, nas turmas do Pré I, Pré II e 1ª ano. O kit conta com livros didáticos com treinamento para professores, além do fornecimento de materiais para pais e alunos.

Os avaliadores foram os professores, diretores, coordenadores e cinco famílias de cada classe que utilizam o material do SEFE.  A pesquisa foi aplicada em setembro e durante o mês de outubro foi apurado os dados coletados. Os dados percentuais da pesquisa avaliaram o sistema do SEFE com 90% de aprovação entre bom e ótimo, tanto dos profissionais da educação quanto as famílias dos alunos. Os outros 10% não responderam.

A assessora pedagógica Abilene Antônia de Bastos Queiros, explicou que o intuito da pesquisa foi para verificar o nível de satisfação do uso dos materiais do SEFE. “O objetivo é saber se o material está tendo o efeito esperado pela prefeitura e pela Semed, que é melhorar a qualidade de ensino. Se os alunos, professores e país estão satisfeitos com o material”, disse.

Ainda, de acordo com a assessora pedagógica, o resultado foi positivo para continuidade com a parceria entre a Editora Opet, do sistema SEFE, e da Prefeitura. “Existe a possibilidade de em 2020 esse sistema se estenda até o 5ª ano do ensino fundamental”, revelou.

De acordo com a equipe organizadora da pesquisa, os critérios para escolha das famílias de cada classe foram de acordo com a participação escolar de cada um deles, já para professoras foi realizado um sorteio. “Na grande maioria escolheram aqueles país que tem mais comprometimento com a vida escolar do filho. Porque ele precisa ter acesso ao material do SEFE, acompanhar, participar e se comprometer para avaliar”, esclareceu.

A pesquisa avaliou vários aspectos de todo o material enviado pelo SEFE que as classes contempladas utilizam. O SEFE disponibiliza um sistema que envolve formação de professores, cursos online para os professores acompanhados por tutores, avaliação do trabalho realizado pelas escolas. Semestralmente equipes vem fazer uma avaliação, possui também possui um portal do sistema comunicação online

O questionário para a família foi dividido em seis partes sobre o material do SEFE, os aspectos gerais, a análise do conteúdo teórico, os critérios para análise dos recursos visuais, as atividades propostas, a pasta de guardar os materiais do estudante e o Sistema de Ensino Família Escola versus livro didático.

Já para os profissionais da educação, o questionário foi mais extenso, porém com cinco critérios os aspectos gerais, a análise do conteúdo teórico, critérios para análise dos recursos visuais, as atividades propostas e os encartes.

Para a assessora, o custo do sistema é considerado alto, mas que na educação não se deve pensar em gasto, mas sim um investimento pensando na melhoria na formação dos alunos.

A secretária de Educação, Paula Fraga, avalia positivamente a iniciativa da pesquisa bem como o programa implantado. “O prefeito Gustavo Melo nos solicitou inovações e melhorias na rede municipal de educação, em especial nas séries iniciais. No programa, temos um respaldo o tempo todo pela equipe do SEFE. Temos uma equipe pensando na educação junto conosco”, afirma.

LEIA MAIS