Prefeito abordou o assunto em coletivo com a imprensa local

O prefeito de Alto Araguaia (415 km de Cuiabá), Gustavo Melo (PSB), se pronunciou pela primeira vez desde que o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Roberto Barroso suspendeu o piso salarial da enfermagem no último domingo (4.set.2022). O município que administra foi o primeiro no Estado de Mato Grosso a implantar o novo valor, inclusive já creditado na folha de agosto, paga no último dia 31. Em coletiva à imprensa na manhã desta terça-feira (6.set.2022), o chefe do Executivo afirmou que o município estuda manter a aplicação do piso.

A lei do piso salarial da enfermagem estabelece uma remuneração mínima de R$ 4.750 para enfermeiros, R$ 3.325 para técnicos e R$ 2.375 para auxiliares e parteiras entrou em vigor em 5 de agosto e foi instituída no município através da Lei Municipal 4.429/2022.

“A nossa equipe jurídica e administrativa está analisando a liminar proferida pelo ministro do STF, Roberto Barroso. Vamos estudar a viabilidade de manter esse piso para a categoria. Durante a semana faremos um novo pronunciamento acerca desse assunto. Vamos aguardar apenas a análise por parte da nossa equipe. Será analisado tudo, tanto a questão dos servidores efetivos, como aqueles que prestam serviços para o município de Alto Araguaia. O impacto nas contas existe, mas o município de Alto Araguaia tem condições financeiras, tanto que fomos o primeiro município em Mato Grosso a implementar a proposta”, explicou o prefeito.

LEIA MAIS