Novo encontro para definir a diretoria do Conselho ocorrerá dia 15 de fevereiro

Uma reunião na tarde desta terça-feira (6), na sede da Prefeitura de Alto Araguaia, tratou da reestruturação do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS). Representantes de várias entidades, órgãos públicos e de associações rurais participaram do encontro com objetivo de articular e apoiar o conselho na formulação e realização de políticas públicas de fomento a agricultura no município.

O primeiro passo para reestruturação foi convocar e solicitar, por meio do envio de ofícios, a indicação de um titular e suplente, que farão parte do conselho. O intuito é trazer novas perspectivas em busca de ideias e consequentes soluções de interesse da comunidade.

Os Conselhos Municipais funcionam como ferramentas de participação popular na formulação de políticas públicas. Com o Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável, são os moradores da zona rural que ganham a oportunidade de se unirem. Depois do primeiro encontro, uma agenda ficou definida para uma outra reunião, que ocorrerá no próximo dia 15 de fevereiro, na Prefeitura. A pauta será a apresentação dos conselheiros e das chapas inscritas para eleição e escolha do presidente, vice-presidente e secretário.

O coordenador de Agricultura de Alto Araguaia, Wanderle de Castro Neto, destacou o número de participantes na 37° reunião do Conselho desde que instituído em Alto Araguaia. “A participação foi muito boa. Esperamos que se mantenha”, disse.

O secretário de Agricultura, Meio Ambiente, Indústria e Comércio de Alto Araguaia, Manoelito Rezende, ressaltou a importância do Conselho no desenvolvimento de políticas públicas para a agricultura. “O CMDRS estruturado e ativo, além de trabalhar em prol dos pequenos produtores rurais, auxiliará na arrecadação de verbas provenientes dos governos Federal e Estadual, voltadas tanto para o produtor quanto para o município”, ressaltou.

Os conselhos municipais são espaços públicos de composição plural e paritária. Sua função é formular e controlar a execução das políticas públicas em áreas prioritárias da administração. Os conselhos atuam como canal de participação popular nas instâncias de governos municipal, estadual e federal.

Desde o início da gestão, o prefeito Gustavo Melo (PSB) firmou compromisso de reestruturar os conselhos já existentes do município e criar outros para contribuir com a administração pública. “Os conselhos oportunizam não só a participação da sociedade na gestão como democratiza as políticas urbanas”, explicou.

Gallery Thumb 1 Gallery Thumb 1 Gallery Thumb 1

LEIA MAIS