Lâmina d’água baixou cerca de 40 cm nos últimos dias. Sistema chegou a ser desligado quando o cano de captação ficou praticamente fora d’água.

Com a baixa do nível de água do Córrego Gordura o cano de captação ficou praticamente emerso

A prefeitura de Alto Araguaia (415 km de Cuiabá) ligou o sinal de alerta por conta do baixo nível do Córrego Gordura, responsável pelo abastecimento de água na cidade. A lâmina d’água baixou cerca de 40 cm nos últimos dias, comprometendo a captação de água bruta. A Divisão de Água e Esgoto (DIVAES) fez um alerta à população para a necessidade de economizar água e vai construir um muro de arrimo para criar um sistema de contenção no córrego.

A redução no nível de água do Córrego Gordura pode estar relacionada a degradação das nascentes e o desmatamento de áreas de preservação permanente (APP) ao longo do curso d’água e o início do período de estiagem na região. Com o cano de captação emerso, o poço de sucção atingiu volume crítico, o que impossibilitou o bombeamento pelas adutoras até o sistema de distribuição da DIVAES. A situação provocou um efeito cascata, sendo necessário o desligamento de todo sistema.

O consumo diário de água em Alto Araguaia varia entre 3 milhões e 3,5 milhões de litros em 6.228 domicílios, abastecidos por meio de dois reservatórios instalados na DIVAES, com capacidade para 500 mil litros d’água cada.

O superintendente do órgão, José da Silva Batista, o Jota Silva, ressaltou que diante da situação a população precisa colaborar evitando o desperdício de água.

“A situação é preocupante. O nível do Córrego Gordura está bem abaixo do normal previsto para esta época do ano. Também não há, para os próximos dias, nenhuma previsão de chuva. A situação pode se agravar ainda mais e refletir nos meses de julho, agosto e setembro, época de aumento do calor e, consequentemente, do consumo de água. Precisamos da colaboração da população para utilizar a água de forma racional”, comenta.

LEIA MAIS