$urlimagem[0]

Durante a ação, serão oferecidos vários serviços à comunidade desde a emissão de documentos a cuidados com a saúde   [caption id="attachment_19054" align="alignright" width="319"]mutirao 001 Diversos serviços serão oferecidos durante o mutirão[/caption] Alto Araguaia, MT – O Mutirão Rural da Cidadania acontece nesta terça (12) e quarta-feira (13/03) no município de Alto Araguaia (415 km ao Sul de Cuiabá). O projeto, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT), em parceria com o Serviço de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) e prefeitura local, levará uma série de serviços sociais como emissão de documentos, palestras e cuidados com a saúde aos moradores. A primeira localidade atendida será o Distrito do Buriti (zona rural) dia 12 de março. As ações concentram-se na Escola Estadual Onecídio Resende. Já dia 13, os atendimentos acontecem na Escola Adalcy da Conceição Rodrigues, bairro Bom Bosco. A caravana do Mutirão Rural da Cidadania atenderá das 08 às 16h (horário de Mato Grosso). Os serviços Emissão de documentos como Registro Civil, identidade, CPF e Carteira de Trabalho, registro de Boletim de Ocorrência, cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), Certidão de Nascimento, segunda via da certidão de casamento, certidão de óbito, orientações jurídicas e Registro de Civil Tardio, palestras de diversas temáticas, realização de exames médicos, como a aferição de pressão e teste de glicemia, corte de cabelo e cursos de qualificação estão entre as atividades previstas no Mutirão da Cidadania. Por meio dos serviços oferecidos, centenas de pessoas terão a oportunidade regularizar-se em relação à documentação pessoal, cuidar da saúde além de usufruir de outros serviços como corte de cabelo. “É o momento de os moradores de Alto Araguaia aproveitar os serviços que serão oferecidos. Será um dia de intensa atividade com ações desencadeadas em várias frentes. Quem ganha é a comunidade. Fica então o convite para que todos participem”, disse o prefeito Maia Neto (PR). Foto: Secom/MT

LEIA MAIS