O Governo Federal realiza a Focalização do Programa Auxílio Brasil (PAB), onde famílias foram identificadas por apresentarem divergência entre a renda declarada para o Cadastro Único e a renda de outros registros ou que não fizeram a atualização do CadÚnico no período de dois anos.

Em Alto Araguaia (MT), o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) divulgou uma lista de beneficiários, disponível no site da Prefeitura, que devem realizar a atualização. Aquelas cujo nome estão na lista e já realizaram a atualização neste ano, não precisa refazer o processo que finaliza no dia 30 de junho.

Para a atualização é necessário apresentar documentos do titular e de todos os membros da família que residam na mesma casa. São solicitados CPF, Carteira de Identidade (RG), Certidão de Nascimento, Certidão de Casamento, Carteira de Trabalho, Título de Eleitor, comprovante de endereço, além de declaração escolar dos filhos.

A coordenadora do CRAS do município, Nelcy Pio Peron explica que a Secretaria Nacional de Renda de Cidadania (Senarc) realiza o cruzamento de informações em diversas bases de dados, em especial que contempla dados de trabalho e benefícios previdenciários e assistências. “É uma ação do Governo para que tenhamos qualidade e fidedignidade nos registros cadastrais das famílias beneficiárias, o que possibilitará melhorar o programa”, complementa.

A Focalização do PAB 2022 tem como público-alvo famílias com renda declarada pela família no Cadastro Único e a contida em outras bases, identificando famílias com renda acima da linha de emancipação (R$ 525,00) e abaixo de meio salário mínimo por pessoa (R$ 606,00)​.

LEIA MAIS