Números integram balanço divulgado pela superintendência da unidade

Dados da superintendência do Hospital Municipal de Alto Araguaia Deputado Cacildo Hugueney mostram que foram realizados 54 partos na unidade em 2017. Deste total 38 foram procedimentos normais e 16 cesarianas. Os números apresentados corroboram com a preocupação da administração em garantir atendimento às futuras mães no município de domicílio.

"O parto no Hospital Municipal proporciona tranquilidade para as famílias que podem ficar pertinho de casa neste momento tão delicado e especial. Importante destacar ainda que o prefeito Gustavo Melo busca, incansavelmente, montar uma equipe completa de cirurgia", afirma o superintendente do Hospital Municipal Alex Sander Azevedo. O atendimento às gestantes na rede pública de saúde em Alto Araguaia inclui acompanhamento do pré-natal, inclusive com encontros de grupos de gestantes. Elas se reúnem mensalmente em cinco unidades básicas de saúde, onde recebem orientações de profissionais da saúde.

A equipe médica para realização de um parto normal é composta por um médico obstetra, um enfermeiro e um técnico em enfermagem. No caso de cesariana, a equipe é constituída por um médico obstetra, um médico auxiliar, um anestesista, um enfermeiro e um técnico de enfermagem. Nos dois casos, até mesmo um médico pediatra é incluso na equipe quando disponível.

Na unidade só não realiza partos quando se verifica que o caso pode evoluir para complicação. Nestas situações as pacientes são encaminhadas para a Santa Casa de Rondonópolis, com todo apoio da Secretaria de Saúde.

OUTROS DADOS – A superintendência do Hospital Municipal de Alto Araguaia revelou ainda que durante 2017 a unidade efetuou 82.077 atendimentos diversos, entre consultas, exames, cirurgias, transporte e encaminhamento de pacientes. Foram 49.883 exames laboratoriais, 25.766 consultas médicas, 950 exames de eletrocardiograma, 5.258 exames de Raio-X, seis histerectomias de urgência, 76 procedimentos de pequenas cirurgias, 24 transportes de pacientes com UTI móvel. Mensalmente, cerca de 60 pacientes são encaminhados para o Hospital Regional de Rondonópolis, por conta de procedimentos de urgência e emergência.

LEIA MAIS